Economia - 19/04/2017 - 12:11:27

 

Brasileiros estão mais otimistas em relação à queda da inflação, diz CNI

Brasileiros estão mais otimistas em relação à queda da inflação, diz CNI

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

O INEC registra avanço de 1,4% na comparação mensal e reverte parcialmente a queda de 2,3% observada em março. Apesar do aumento, o INEC permanece 4,8% abaixo de sua média histórica.

O INEC registra avanço de 1,4% na comparação mensal e reverte parcialmente a queda de 2,3% observada em março. Apesar do aumento, o INEC permanece 4,8% abaixo de sua média histórica.


Depois da queda de 2,3% registrada em março, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) aumentou 1,4% em abril na comparação com março e atingiu 103,4 pontos. Com isso, ficou 6,1% acima do verificado em abril de 2016, quando foi de 97,5 pontos. Mesmo assim, o indicador continua abaixo da média histórica, iniciada em março de 2001, que é de 108,6 pontos, informa a pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 19 de abril, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O aumento do INEC é resultado da melhora das perspectivas dos brasileiros em relação à inflação, ao emprego, à renda pessoal, ao endividamento e à situação financeira para os próximos seis meses. Melhoraram, especialmente, as perspectivas sobre a evolução dos preços. O indicador de expectativas para a inflação subiu 5,8% em relação a março e está 9,3% acima do registrado em abril do ano passado. Quanto maior o índice, maior é o número de pessoas que espera a queda da inflação. 

O indicador de expectativa de desemprego subiu 2% em abril frente a março e ficou 6,8% maior do que o de abril de 2016, mostrando que um maior número de pessoas aposta na redução do desemprego. O indicador de expectativa de renda pessoal aumentou 1,1%, o de endividamento cresceu 3,3% e o de situação financeira teve alta de 0,9% neste mês frente a março.  

Só o indicador de compras de bens de maior valor, como eletrodomésticos e móveis, recuou neste mês. A queda na comparação com março foi de 1,7% e, em relação a abril de 2016, alcançou 2,1%, mostrando que as pessoas estão cautelosas com as compras. 


Faça o download da última edição na íntegra

Relatório de Divulgação - Abril/2017


O INEC é importante porque antecipa tendências de consumo. Consumidores com perspectivas positivas em relação ao emprego e à situação financeira tendem a comprar mais, o que contribui para a retomada da atividade econômica.

Conforme o economista da CNI Marcelo Azevedo, isso ocorre porque, mesmo com a melhora registrada neste mês, o INEC continua abaixo da média histórica.  A disposição para as compras de maior valor aumentará quando os consumidores estiverem mais otimistas com o futuro. "Na medida em que as expectativas melhorarem e forem suficientes para estimular o consumo teremos o aquecimento da produção e da demanda", afirma Azevedo. Ouça o que ele disse à Agência CNI de Notícias.

Esta edição do INEC, feita em parceria com o Ibope, ouviu 2.002 pessoas em 143 municípios entre os dias 7 e 11 de abril.

Com Agência CNI de Notícias

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




A Economia no Brasil e no mundo


Internacional vence o Corinthians nos pênaltis e segue na Copa do Brasil


Estados Unidos e Coreia do Sul iniciam manobras aéreas conjuntas


Prefeitura de São Bernardo promove seminário para incentivar novos empreendedores


São Paulo joga bem, vence o Cruzeiro, mas fica fora da Copa do Brasil


Câmara aprova urgência e reforma trabalhista pode ser votada até maio