ABCD - 13/06/2018 - 16:00:32

 

Tributo a Gonzagão e Jackson do Pandeiro e o espetáculo ‘Que Tal Nós Dois’ são destaques do Teatro M

Tributo a Gonzagão e Jackson do Pandeiro e o espetáculo ‘Que Tal Nós Dois’ são destaques do Teatro M

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Exposições, apresentação do coral da Aliança Francesa e feira de vinil são outros destaques da programação do fim de semana

Exposições, apresentação do coral da Aliança Francesa e feira de vinil são outros destaques da programação do fim de semana


Santo André, 13 de junho de 2018 – O Teatro Municipal de Santo André recebe duas atrações neste fim de semana. O músico e estudioso Sapopemba se junta a Fernando Lauria, cantor da nova geração, para o show ‘Cantos, Prosas e Causos de Gonzagão, Jackson do Pandeiro e outros grandes nordestinos’. No repertório, clássicos como Asa Branca, Xote das Meninas, entre outros. A apresentação, com direção musical e arranjos do maestro João Cristal, será no sábado (16), às 20h30. Indicação: livre. Ingressos com filipetas promocionais a R$ 20.

 

No domingo (17), às 19h, Carolina Ferraz e Otávio Martins sobem ao palco para o espetáculo ‘Que Tal Nós Dois?’. Com dramaturgia de Otávio Martins e Juliana Araripe, a peça apresenta um homem e uma mulher, funcionários de uma empresa, ambos casados e com família, que se conhecem numa convenção e passam a noite juntos. No dia seguinte, decidem não repetir mais o encontro amoroso. Mas, como ninguém manda no coração, eles se encontram todos os anos na convenção da empresa e os reencontros mostram as mudanças na vida de cada um. Indicação: 12 anos. Ingressos de R$ 40 a R$ 80. Os ingressos para os espetáculos estão à venda na bilheteria do teatro ou em www.bilheteriaexpress.com.br e www.compreingressos.com.br. O endereço é Praça IV Centenário, s/n, Centro.

Exposições – No Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa está em cartaz a exposição ‘Estrada de Ferro, Caminhos da Memória’, com gravuras e fotografias que têm como tema a histórica vila de Paranapiacaba. A mostra é composta por obras do acervo de gravuras da Casa do Olhar Luiz Sacilotto e fotografias do arquiteto Ricardo Leite. Visitas até 28 de julho.

No espaço, segue em cartaz ‘Espaços Simbólicos da Cidade’, com fotografias da cidade. A mostra é resultado da parceria com a página do “Facebook Santo André, Ontem e Hoje”, seus colaboradores, além da comunidade andreense que selecionou imagens através de uma curadoria coletiva.

O museu abriga ainda outras exposições como ‘Dá para imaginar? Se as coisas não tivessem evoluído’, com objetos de uso cotidiano e do trabalho que as novas gerações não conheceram, como a vitrola e a máquina de escrever. Visitas de segunda a sexta-feira das 8h30 às 16h30, e sábados das 9h às 14h30. O endereço é Rua Senador Fláquer, 470, Centro. Grátis.

No Salão de Salão de Exposições do Paço Municipal o público pode conferir, até o dia 29 de junho, o 46º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto. O evento reúne trabalhos das artes plásticas contemporâneas e neste ano conta com 148 obras, de 71 artistas, selecionados pelo júri. As visitas gratuitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Indicação: 18 anos. O endereço é Praça IV Centenário, s/n, Centro. Grátis.

O 46º Salão conta com uma sala especial, na Casa do Olhar Luiz Sacilotto, que abriga a exposição ‘Enock Sacramento e José Armando Pereira: Trajetórias – 50 anos do Salão de Arte Contemporânea de Santo André’. Trata-se de uma homenagem aos críticos de arte Enock Sacramento e José Armando Pereira, que foram jurados do 1º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, em 1968. A mostra reúne obras de seus acervos que remetem aos 50 anos do salão e da arte contemporânea brasileira. Visitas até 30 de junho, de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e sábados, das 10h às 15h. Grátis. O endereço é Rua Campos Sales, 414, Centro.

E no Espaço Permanente do Acervo de Arte Contemporânea de Santo André - Pinacoteca, na Sabina, está em cartaz ‘O Artista e Sua Mão: Criando na Arte Contemporânea’, a nova exposição do acervo artístico da cidade. A mostra apresenta obras com comentários sobre o processo de criação como uma forma de estimular o público a perceber a proximidade com a arte e assim como com o fazer do artista. O endereço é rua Juquiá, s/n, Vila Eldízia. Ingressos de R$ 10 a R$ 40.

Outras atividades – Neste sábado, das 9h às 17h30, a Galeria Studio Center (Rua Campos Sales, 58/64) recebe mais uma Feira Livre do Vinil. Na Biblioteca Nair Lacerda, às 10h, será realizada a oficina ‘Como escrever um projeto no ProAc’, com Camila Silvestre; e às 14h, o Coral ‘Joie de Vivre’, da Aliança Francesa do Grande ABC se apresenta, com repertório de canções francófonas clássicas e contemporâneas. O endereço é Praça IV Centenário, s/n, Centro. E para quem gosta de dançar a opção é o Forró Pé de Calçada, no Parque Prefeito Celso Daniel, na Av. D. Pedro II, 940, no Bairro Jardim. Atividades gratuitas.

Lazer – Por conta da primeira partida do da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia, o Projeto Domingo no Paço não será realizado neste domingo (17). Já a ciclofaixa de lazer terá funcionamento normal, no domingo, das 7h30 às 13h30. O roteiro tem cerca de 4 km pelo Centro da cidade, passando pelo Paço Municipal.

Neste domingo, também por conta do jogo da seleção brasileira, a Ludoteca do Parque Prefeito Celso Daniel (Avenida Dom Pedro II, 940, no bairro Jardim), e a Brinquedoteca do Parque Chácara Pignatari (Avenida Utinga, 136, Vila Metalúrgica) estarão abertas das 9h às 13h. Atividades gratuitas. Atividades gratuitas.

A agenda cultural da cidade é uma realização da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Santo André. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 4433-0652, ou no site: culturaz.santoandre.sp.gov.br.

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Dólar fecha em queda e Bovespa sobe 2,83%


Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro


BTG Pactual/FSB: Jair Bolsonaro tem 59% dos votos válidos; Haddad, 41%


Boleto acima de R$ 100 poderá ser pago em qualquer banco


Carla Morando está na liderança para estadual no Grande ABC


3,6 milhões de títulos de eleitor no país foram cancelados por não fazer o cadastro biométrico