Shinzo Abe: o momento em que ex-premiê é baleado no Japão


 

Internacional - 08/07/2022 - 12:33:11

 

Shinzo Abe: o momento em que ex-premiê é baleado no Japão

Shinzo Abe: o momento em que ex-premiê é baleado no Japão

 

Da Redação com BBC Brasil

Foto(s): Reprodução

 

Atirador é preso após atirar no premiê do Japão, Shinzo Abe

Atirador é preso após atirar no premiê do Japão, Shinzo Abe


Vídeos feitos durante o discurso do ex-premiê japonês Shinzo Abe mostram o momento em que o político foi alvo de um atentado, nesta sexta-feira (8/7), na cidade de Nara.

Abe foi atendido e hospitalizado, mas não resistiu aos ferimentos - chocando um país onde a violência política é rara e o acesso a armas é bastante controlado.

O médico que atendeu Shinzo Abe afirmou em entrevista coletiva que ele sofreu dois ferimentos, um deles no lado direito do pescoço.

O suspeito do ataque foi detido, e a arma do crime parece ser de fabricação artesanal.

Abe foi o mais longevo premiê do Japão, com mandatos entre 2006 e 2007 e depois entre 2012 e 2020. Ele era também o mais conhecido rosto da política japonesa no exterior - famoso particularmente por sua política conhecida como “Abenomics”, de reformas estruturais e estímulos fiscais para reviver a então estagnada economia japonesa.

O atentado ocorreu no momento em que Abe fazia um discurso de campanha em apoio a um candidato de Nara.

O atual premiê, Fumio Kishida, condenou o ataque: “É um ato de brutalidade que aconteceu durante as eleições, que são a base da nossa democracia, e é absolutamente imperdoável.”

 ...Continue Lendo... 

Texto originalmente publicado https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62095004

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país


Eleições 2022: como polarização política se manifesta nos pátios das escolas


Justiça do PR nega habeas corpus a policial que matou tesoureiro do PT


Policial que matou tesoureiro do PT já está em Complexo Médico Penal


Eleições 2022: calendário oficial aprovado pelo TSE


Dólar cai para R$ 5,07 e fecha no menor nível em dois meses